Como Colecionar Moedas Romanas Antigas? GUIA DE PRIMEIROS PASSOS


Quer saber mais sobre como colecionar moedas romanas antigas? Realmente a sensação de ter uma parte da história entre as mãos é incrível. No entanto, pode ser difícil encontrar informações a respeito dessas moedas de mais de 1.500 anos atrás!

 

Por isso, a Jafet Numismática criou esse guia de primeiros passos para quem quer começar a colecionar moedas romanas antigas. Confira abaixo 5 dicas de especialista que vão te ajudar a formar uma coleção sólida!

 

Se ainda ficar alguma dúvida, deixe um comentário no fim do artigo.

Você também pode gostar de ler sobre:

➡️ O Que é Numismática?

➡️ Como Limpar Moedas Antigas?

➡️ Aprenda a Calcular o Valor de Moedas Antigas

 

Como colecionar moedas romanas antigas? Guia de primeiros passos

 

1)     Evite as Moedas Antigas Falsificadas

 

Nenhum colecionador de verdade quer comprar peças falsas pelo preço de uma autêntica! Por isso, fique atento aos falsários. Existem muitos no mercado.

 

Ao começar uma coleção de moedas, é recomendável que você opte por vendedores de confiança. Prefira sempre comprar com especialistas em numismática, pois os amadores podem vender cópias sem saber.

 

 

As peças falsificadas nunca ficam exatamente idênticas às peças originais. Quer descobrir alguns macetes para identificar moedas romanas falsas? Temos um artigo especial para isso:

➡️ Macetes Para Identificar Moedas Falsas

 

 

 

2)     Escolha um Foco para Sua Coleção de Moedas Romanas

 

O mundo da numismática da Roma Antiga é muito vasto! O período se estende por cerca de mil anos: de 509 a.C. até 476 d.C. Por isso, a quantidade de moedas emitidas nessa época é enorme.

 

Para começar a colecionar moedas romanas, é recomendável escolher algum tema específico e focar nele! Isso vai deixar a sua coleção muito mais coerente, além de facilitar o seu aprendizado. Veja abaixo três exemplos de temas comuns (existem muitos outros):

 

 

🔸 Colecionar Moedas Romanas por Períodos

 

A numismática romana pode ser subdivida em três períodos históricos diferentes. Veja abaixo as moedas de cada momento e repare as grandes diferenças de estilo:

 

O primeiro momento é o período republicano – de 509 a.C. até 49 a.C. Durante esses anos, o poder de Roma era detido pelo Senado e pela Tribuna do Povo.

➡️ Moedas da República Romana

 

O segundo momento é o período imperatorial – de 49 a.C. até 27 a.C. Esses anos correspondem ao período sangrento do fim da República e começo do Império Romano.

➡️ Moedas imperatoriais

 

O terceiro momento é o período imperial – de 27 a.C. até 476 d.C. Nessa época, o poder político de Roma era centralizado na figura do imperador. O poder religioso da Igreja Católica também começa nessa época.

➡️ Moedas do Império Romano

 

Existe ainda uma quarta classificação: as moedas provinciais. Essa é a denominação dada às peças cunhadas nas províncias conquistadas por Roma.

➡️ Moedas provinciais

 

 

🔸 Colecionar Moedas Romanas por Tipo

 

Também é comum começar a colecionar moedas em função do valor que ela tinha na época. Diversas peças foram criadas (e também desapareceram) ao longo de todo esse período de mil anos. Confira abaixo as principais:

 

AS: Incialmente o as era feito de peças brutas de bronze e servia como unidade para medir pesos. Com o tempo, o seu peso é reduzido e ele toma a forma de uma moeda. Depois da reforma monetária de Augusto (23 d.C.), a peça é produzida em cobre e representa o busto do imperador com uma coroa de louros. A moeda deixa de ser cunhada por volta do século III.

As: moeda romana antiga de Janus

 

 

DUPONDIUS: a moeda valia dois asses. Dupôndio significa literalmente “dois pesos”, no entanto, ele nunca pesou exatamente como dois asses. Com uma coloração amarelada, ele pode ser confundido com o as. Durante o reino de Nero (de 54 a 68 d.C.), a peça começa a mostrar o imperador com uma coroa radiante.

Colecionar moedas romanas: dupondius de vespasianus

 

 

SESTERTIUS: originalmente era uma pequena moeda de prata no valor de 2 e ½ asses. Foi criada por volta de 211 a.C.  No reino de Augusto, a peça aumenta de tamanho e passa a valer 4 asses, sendo cunhada em oricalco (uma mistura de ouro e cobre). No século III o sestércio vira uma pequena moeda de bronze e, em seguida, para de ser produzido.

Moeda romana: sestertius de Vitellius
DENARIUS: a moeda de prata mais usada durante o Império Romano. O denário começou a ser cunhada em 211 a.C. e foi usada por cerca de 450 anos. A peça costumava representar o imperador usando uma coroa de louros. O denário desaparece no século III d.C., sendo completamente substituído pelo Antoniano.

Colecionar moedas romanas antigas: denarius

 

 

ANTONINIANUS: Caracala começa a cunhar o antoniano em 211 d.C. dando o seu próprio nome à peça (M. Aurelius Antoninus Caracalla). O imperador era geralmente representado com uma coroa radiante (em oposição à coroa de louros do denário). A moeda começa com a composição de 50% de prata. Essa porcentagem de prata diminui com o tempo até o antoniano ser abolido por Constantino o Grande (307-337 d.C.)

Como colecionar moedas romanas? Antonianus de Caracalla

 

 

AUREUS:  a moeda de ouro mais usada durante o Império Romano. Ela começa a ser cunhada por Júlio César em 46 a.C. Com o passar do tempo, a quantidade de ouro vai sendo diminuída, mas permanece razoavelmente alta. Constantino o Grande abole o áureo em 309 d.C.

Moeda romana: Aureus de Septimus Severus

 

 

SOLIDUS: a moeda de ouro começou a ser cunhada por Constantino o Grande par substituir o áureo. O solidus circulou por mais de sete séculos, sendo também produzido pelo Império Bizantino.

Solidus de Constantino o Grande

 

 

🔸 Colecionar Moedas Romanas por Personagem

 

Além dos períodos e tipos, você também pode começar a sua coleção focando em um personagem histórico. Você tem curiosidade de saber mais sobre qual figura romana? Procure as diversas moedas que representam o seu personagem favorito!

➡️ Moedas de Cleópatra e Seus Amantes

➡️ Moedas de Nero, o Imperador Louco

 

 

 

3)     Identifique as Legendas das Suas Moedas Romanas

 

As figuras costumam ser a primeira coisa que chama a atenção. No entanto, as legendas são importantíssimas para você compreender as moedas romanas da sua coleção!

 

Essas frases geralmente são escritas com palavras abreviadas do latim. Você deve começar a ler as palavras na posição de 6h (de um relógio).

 

Identifique a mensagem que está escrita em cada moeda. Você vai descobrir muitas informações sobre o poder político e sobre os acontecimentos da época!

➡️ Macetes para interpretar as legendas das moedas da Roma Antiga

 

 

 

4)     Estude Muito Sobre as Moedas da Sua Coleção

 

Para se aprofundar de verdade, você deve estudar todos os aspectos da sua coleção de moedas romanas. Infelizmente, existe muito pouco material disponível em português. Exatamente por essa razão foi criado o Blog Jafet Numismática!

 

Abaixo indico algumas referências de livros de primeira qualidade. São excelentes leituras para quem quer começar a colecionar moedas romanas antigas:

 

🔹 Ancient Coin Colleting (Wayne Sayles): quatro volumes que oferece um panorama aprofundado do colecionismo de moedas antigas.

 

🔹 Coinage and History or the Roman Empire (David Vagi): dois volumes que abordam mais de 550 anos da numismática e história de Roma. Biografias dos imperadores e de suas famílias.

 

🔹 Dictionary of Ancient Roman Coins (John Melville Jones): formato de tradicional que vai de A a Z. Deidades mitológicas, denominações, títulos e vários outros assuntos.

 

🔹 History adn Coinage of the Roman Imperators (David Sear): livro incrível que aborda 435 tipos de moedas cunhadas durante o império romano.

 

🔹 Roman Coins and Their Values (David Sear): um dos livros mais aclamados sobre a numismática romana. Catálogos de milhares de moedas romanas antigas (compreendendo aproximadamente 8 séculos). Informações valiosas sobre imperadores, cunhagem e etc.

 

 

 

5)     Onde Comprar Moedas Romanas Para Começar Minha Coleção?

 

 

Agora você já sabe como começar uma coleção de moedas romanas antigas! Veja de perto nossas moedas de colecionador, temos centenas de peças de diferentes preços:

 

➡️Confira a Loja Virtual Jafet Numismática

 

Desde moedas romanas de baixo custo até peças raríssimas!

Certificado de autenticidade para todas as moedas à venda!

Frete grátis para todo o Brasil!


10 comentários em “Como Colecionar Moedas Romanas Antigas? GUIA DE PRIMEIROS PASSOS”


  1. David Mussotto Vieira Pacini disse:

    Excelente Gladston, vc não apenas vende vc realmente gosta e divulga a numismática

    1. Gladston Jafet disse:

      Meu amigo David ,lutamos pra tornar acessível a todas as pessoas essa nobre ciência chamada numismática clássica !!!!!

  2. Erika disse:

    Que artigo incrível. Obrigada por dar nos a oportunidade de conhecer algo tão único e apaixonante!

    1. Gladston Jafet disse:

      Obrigado Erika , estamos a disposição !!!!

  3. David Elorriaga disse:

    Muito bom! um grande norte para todos de iniciantes a mais avançados na numismática!!!

    1. Gladston Jafet disse:

      Obrigado David!!!

  4. Ione disse:

    Gostaria de autenticar minhas moedas,tem como?

    1. Boa noite Ione
      Não fazemos este tipo de serviço.
      Atenciosamente
      Gladston

  5. Emanuel disse:

    Tenho uma moeda romana mas não consigo identificar, posso enviar fotos a ver se me conseguem ajudar ?

    1. Boa noite Emanuel
      Mande fotos em Macro do anverso e reverso para gladston.jchamma@gmail.com
      Obrigado


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

3 + catorze =

« voltar topo ↑