Moedas do Império Romano


Você conhece as moedas do Império Romano? Esse foi um dos impérios mais poderosos da história. Por isso, as moedas do período imperial circularam por todo o mundo da antiguidade! Conheça mais essa história no artigo abaixo.

Você também pode gostar de ler sobre:

➡️ Guia de primeiros passos: começando uma coleção de moedas romanas!

➡️ 5 Dicas para identificar moedas falsas

➡️ Como ler e compreender as legendas das moedas romanas?

Moedas do Império Romano - Numismática da Roma Antiga

🔸 O Início do Império Romano

 

Em 27 a.C. Augusto funda o Império Romano. Contrariamente ao antigo sistema da República Romana, o poder passa a ser controlado por apenas uma pessoa. Para governar, o imperador se apoia sobre uma a burocracia em desenvolvimento e um exército altamente potente.

 

 

🔸 A Pax Romana

 

Os dois primeiros séculos do Império foram um período de expansão territorial e de estabilidade política, por isso, essa época ficou conhecida como a Pax Romana (“Paz Romana”). Nesse primeiro momento, a centralização do poder em uma única pessoa diminuiu muito as guerras civis, complôs e assassinatos que eram parte do cotidiano durante a Repúbica.

 

 

🔸 As Invasões Bárbaras

 

No século III o Império é confrontado com grandes migrações populacionais. Para fugir de guerras e conflitos locais, os povos “bárbaros” começaram a entrar dentro do território romano, fazendo o Império perder parte das suas terras. A fim de evitar as ameaças externas, o poder é dividido em quatro distritos políticos, tornando as decisões mais rápidas e as fronteiras mais seguras.

 

 

🔸 O Fim do Império Romano do Ocidente

 

Com o tempo, a parte ocidental do Império começa a perder seu poder para os reinados germânicos. O poder militar e econômico se desfaz pouco a pouco até que o último imperador, Romulus Augustus, é deposto em 476 d.C. O império romano do oriente, cuja capital era Constantinopla, ainda continuará por mais mil anos sua dominação sobre os territórios a leste.

 

 

 

🔸 As Moedas do Império Romano

 

🔸 Moedas Mais Comuns

 

Até meados do século III d.C., as peças que circulavam no Império eram praticamente as mesmas moedas da República Romana. As peças mais comuns eram o denário (prata), o sestércio (bronze), o dupôndio (bronze) e o asse (cobre). Através de sucessivas reformas, outras moedas são inseridas até a queda do Império, como o antoniano, o argento e o soldo.

 

🔸 O Imperador, Um deus Na Terra

 

Do ponto de vista simbólico, as moedas do Império Romano costumam misturar a figura do Imperador com as entidades da mitologia (greco-romana). Com a intenção de reafirmar que o poder imperial era divino, o retrato do Imperador aparece frequentemente associado a um deus, animal ou objeto sagrado.

 

🔸 A Cunhagem das Moedas

 

As moedas de metal precioso eram emitidas apenas pelo governo central de Roma. As províncias eram autorizadas a cunhar somente as peças de baixo valor. Em função do aumento das casas de cunhagem, as moedas passam a receber uma marca de origem a partir do século III.

 

 

 

➡️ Clique aqui para conferir as moedas do Império Romano na Jafet Numismática. Possuímos um vasto acervo de peças com garantia de autenticidade, você pode comprar essas moedas pela loja virtual!


3 comentários em “Moedas do Império Romano”


  1. Adorei seu site. Conteudo show de bola. Fiquei pesquisando pela net e tive a grata supresa de encontar seu site. Muito bom mesmo. Parabéns. Abraço

    1. Gladston Jafet disse:

      Muito obrigado amigo !!!! Comentários como o seu nos estimulam a prosseguir neste trabalho que sinto um prazer imenso em poder compartilhar com as pessoas, que é sobre a minha paixão pelas moedas antigas.
      Cadastre-se no nosso site para receber nossas newsletter mensais com ofertas e lançamentos e acesse também nosso blog semanal sobre numismática clássica!!!

  2. Abdon Luciano Oliveira Menezes disse:

    O que significava a inscrição LADEC nas moedas romanas da Lusitânia ?


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

quatro × 1 =

« voltar topo ↑