Moedas Da República Romana


Moedas da República Romana

Você conhece as moedas da República Romana? Durante esse período se inicia a expansão do poder de Roma, que conquistou quase todo o mundo conhecido na época! Ao mesmo tempo, a produção de moedas ganha proporções mundiais. Conheça mais esse período e a numismática da época:

 

 

🔸 O Início da República Romana

 

Em 509 a.C. a aristocracia patrícia derruba o último rei de Roma, acabando com poder da família real. Nessa data é criada a nova República, palavra originada do latim “res publica” (ou “coisa pública”) em oposição à “res privata” (ou “coisa privada”). O poder político é então dividido entre os membros do Senado da República Romana, passando a ser controlado coletivamente pelos senadores.

 

 

🔸 A Sociedade da Época

 

Roma era dividida em dois grandes grupos: os patrícios e os plebeus. Os patrícios faziam parte das famílias tradicionais e ricas, que eram geralmente donas das terras cultiváveis. Os plebeus eram artesãos e trabalhadores rurais, cidadãos bem mais numerosos.

 

 

🔸 A Expansão da República

 

O poder do Senado era basicamente dominado pelos patrícios, que eram obrigados pela tradição a prestar o serviço público e financiar as guerras. Segundo essa moral expansionista da aristocracia, que identificava o sucesso político ao sucesso militar, a República Romana conquista boa parte do mediterrâneo em menos de 500 anos (veja no vídeo acima).

 

 

🔸 A Decadência da República

 

Ao longo do tempo, a ordem republicana vai se transformando em caos, pois os senadores brigavam frequentemente entre si para dominar o poder político do Senado. Brigas, assassinatos e conspirações eram recorrentes na vida pública de Roma.

 

 

🔸 O Fim da República

 

Os historiadores divergem quanto à data do fim da República. Alguns indicam 44 a.C., quando Júlio Cesar é nomeado como ditador perpétuo. Outros indicam a data de 27 a.C., quando Otaviano recebe poderes extraordinários e é batizado de Augusto. De qualquer forma, o poder público do Senado é substituído pelo poder privado dos imperadores.

 

 

 

 🔸 As Moedas da República Romana

 

🔸 Primeiras Moedas de Bronze

 

As moedas da República Romana são introduzidas relativamente tarde em comparação a outras regiões do mediterrâneo (como a Grécia). Por volta do ano 280 a.C. aparecem os discos de bronze chamados “aes grave” (“asse pesado” em latim) contendo 324 g. No entanto, após as duas guerras contra Cartago, o asse é desvalorizado e passa a pesar apenas cerca de 20g.

 

🔸 Primeiras Moedas de Prata

 

Por volta do ano de 211 a.C. aparecem as primeiras moedas de prata, como o denário . Ao mesmo tempo, as técnicas de cunhagem se refinam e as imagens se tornam cada vez mais detalhadas. Na maior parte das vezes, as moedas representam as entidades da mitologia grego-romana (deuses, animais e objetos sagrados).

 

🔸 Primeiras Representações Humanas

 

Nos últimos anos da República, as moedas passam a estampar o rosto dos líderes, servindo como instrumento de propaganda política. Ao circular nas províncias conquistadas pelos romanos, as representações das moedas relembravam o povo que a autoridade dali era a República. Essa tática também foi muito usada em seguida na cunhagem das moedas do Império Romano.

 

 

 

Quer mergulhar nessa história? ➡️ Clique aqui para ver as moedas da República Romana na coleção Jafet Numismática. Todas as peças têm certificado de autenticidade e estão à venda pela loja virtual!


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

dezoito − 2 =

« voltar topo ↑