Os Tetradracmas de Alexandre o Grande


Os tetradracmas de Alexandre, o Grande, estão entre as peças mais desejadas pelos numismatas e colecionadores de moedas antigas! Cunhadas há mais de 2.300 anos, elas apresentam um alto grau de refinamento artístico. Conheça melhor essas moedas desse personagem lendário.

 

Você também pode gostar de ler sobre:

🔹 O período helenístico grego: o legado de Alexandre

🔹 Os três períodos na numismática grega

🔹 O dracma da Grécia Antiga

 

Conheça os tetradracmas de Alexandre o Grande

 

 

🔶 A Educação de Alexandre III

 

Alexandre III nasce em 356 a.C. no pequeno reino da Macedônia, ao norte da atual região da Grécia. Nessa época, os atenienses consideravam os macedônios como um povo semibárbaro – pois eles agiam mais segundo as emoções do que segundo o pensamento racional.

 

O rei da Macedônia, Felipe II, contrata o filósofo Aristóteles para cuidar da educação do seu filho Alexandre. Assim o jovem aluno aprende a ciência, a política, a arte e a filosofia praticadas pelos atenienses. Além disso, Aristóteles desenvolve em Alexandre a convicção de que a Grécia e o mundo poderiam ser unificados através da Macedônia.

 

 

 

🔶 A Visão de Mundo de Alexandre o Grande

 

Após a morte do pai, Alexandre III assume o reino da Macedônia com apenas 20 anos. Ele logo começa a pôr em prática o ideal helenístico adquirido durante a juventude. Sua maior intenção era unificar o mundo todo através da força civilizatória do conhecimento e das ciências.

 

Veja abaixo uma representação do mundo conhecido na época da Grécia Antiga (fonte – Wikipedia):

o mundo conhecido durante a Grécia Antiga

O mundo conhecido durante a Grécia Antiga

 

A expansão do território da Macedônia era a única maneira de criar um novo mundo helenístico unificado. Assim, Alexandre se torna um general de guerra implacável! O reino da Macedônia é absurdamente estendido em apenas 15 anos de campanhas militares incessantes.

 

Ele conquista os territórios do Egito até a região do noroeste da Índia. O personagem fica então conhecido pelo nome de Alexandre o Grande (ou Alexandre Magno). Veja abaixo uma representação do ápice do território da Macedônia, que abarcava quase todo o mundo conhecido:

O Reino de Alexandre o Grande

O ápice da extensão do reino de Alexandre o Grande

 

 

 

🔶 O Exército Invencível de Alexandre O Grande

 

Alexandre também ficou famoso por nunca ter perdido nenhuma batalha! Além de criar novas táticas de ataque, ele melhorou os instrumentos bélicos de seu tempo.

 

Tradicionalmente os exércitos da Macedônia eram conhecidos por atacarem em falanges. Essa era uma formação de combate típica – os soldados se agrupavam em fileiras empunhando lanças, piques e escudos. Felipe II introduz as sarissas: lanças bem alongadas capazes de causar grande impacto nas linhas inimigas.

As falanges do exército da Macedônia

Falanges: formações bélicas da época.

O hóplon era o escudo do exército de Alexandre o Grande

Hóplon: escudo dos exércitos do período.

 

Esse exército, que já era muito potente, passou por alguns melhoramentos no reino de Alexandre. A fim de aumentar a rapidez de deslocamento da falange, os equipamentos de proteção ficaram mais leves. Ao mesmo tempo, as sarissas foram alongadas, assim o choque era capaz de derrubar várias fileiras do exército inimigo. Por fim, a cavalaria fica encarregada de proteger os flancos da falange.

 

 

 

🔶 As Moedas de Alexandre o Grande

 

As peças mais conhecidas do período são os tetradracmas de Alexandre o Grande. Essas moedas retratam perfeitamente a ambição e a atmosfera bélica do momento:

tetradracmas-de-alexandre-o-grande

 

Um exemplar do tetradracma de Alexandre III

 

Vários tetradracmas de Alexandre

 

🔸 O anverso dos Tetradracmas de Alexandre o Grande

 

O anverso das moedas acima apresenta a figura de Hércules usando uma cabeça de leão como chapéu. Essa imagem evoca a força bélica descomunal do exército de Alexandre.

 

🔸 O reverso dos Tetradracmas de Alexandre o Grande

 

O reverso das peças acima mostra Zeus segurando um cetro e uma águia. Essa imagem evoca a força divina suprema. Alexandre é comparado a um deus cujo poder unifica e olha por todos.

 

 

🔸 Casas de cunhagem dos tetradracmas de Alexandre o Grande

 

Cada casa de cunhagem colocava um símbolo próprio no reverso do tetradracma. Portanto, é possível identificar a origem da moeda através dessas marcas. Confira abaixo as principais (fonte – mbaeditores):

Símbolos das moedas de Alexandre o Grande

Os símbolos das casas de cunhagem dos tetradracmas de Alexandre o Grande

 

 

 

🔶 O Período Helenístico Subsequente

 

Alexandre se tornou lendário pela sua vontade de conquistar a totalidade do mundo conhecido na época. Durante o caminho de conquista em direção à Asia, ele cria diversas cidades, quase todas elas com o nome de Alexandria.

 

A morte de Alexandre o Grande marca o fim do período clássico e o começo do período helenístico grego. Esse foi um momento de intensa troca entre o Ocidente e o Oriente, promovendo a consolidação dos conhecimentos da Grécia Antiga em diversos lugares do mundo.

 

 

🔷 Onde Comprar os Tetradracmas de Alexandre o Grande?

 

 

Visite nossa loja online, temos moedas antigas de diversos períodos da Grécia. Se preferir, vá direto para a ➡️ seção de tetradracmas de Alexandre o Grande.

 

Moedas antigas disponíveis à venda online! Peças com certificado de autenticidade, frete grátis para todo o Brasil e entrega segura da sua compra.


4 comentários em “Os Tetradracmas de Alexandre o Grande”


  1. Marcelo Adorna Fernandes disse:

    Fantástico artigo com informações básicas, leitura acessível e de fácil compreensão.
    Uma curiosidade apenas: na época, o que um Tetradracma poderia comprar/pagar? Em valores atuais quanto valeria um Tetradracma?
    Parabéns pelo artigo.
    Att.
    Marcelo A. Fernandes

    1. Gladston Jafet disse:

      O Tetradracma era equivalente a 4 Dracmas Gregos e pagava o soldo de um soldado das legiões de Alexandre o Grande.

  2. Marcos disse:

    Muito legal o detalhe das cunhagens. Parabéns

    1. Gladston Jafet disse:

      Obrigado amigo !!!!


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

treze − oito =

« voltar topo ↑