Os Três Períodos da Numismática Grega


Você conhece os três grandes períodos da numismática grega? São eles: período arcaico, período clássico e período helenístico. Em geral, a história e a arte da Grécia Antiga também são divididas da mesma forma. Saiba mais sobre cada um deles!

 

Você também pode gostar de ler:

🔹 O Dracma da Grécia Antiga

🔹 Os Animais nas Moedas Gregas Antigas

 

Conheça os três períodos da numismática grega

 

 

🔶 NUMISMÁTICA GREGA NO PERÍODO ARCAICO

 

Esse período começa com a introdução das primeiras moedas na Ásia Menor (entre os séculos VIII ou VII a.C.), durando até as Guerras Médicas, um conflito entre a Grécia e a Pérsia por volta dos anos 480 a.C.

 

Acredita-se que as primeiras moedas de fato tenham sido introduzidas na Lídia, atual região da Turquia. Com o tempo, outras cidades da região passam a imprimir suas próprias moedas. Esse processo reconfigura as formas primitivas de troca como o Obol (que era uma vareta de metal usada como uma moeda primitiva).

 

A oeste, as cidades-estado gregas também começam a imprimir essas peças metálicas. No início, as moedas reproduziam apenas formas geométricas, mas rapidamente os símbolos de animais e deuses começam a ser impressos sobre as peças.

➡️ Clique aqui e confira nossas moedas gregas antigas

 

 

 

🔶 NUMISMÁTICA GREGA NO PERÍODO CLÁSSICO

 

Durante esses anos o dracma de Atenas se impõe como o sistema monetário internacional, introduzindo ao mesmo tempo um padrão único de pesos. O comércio internacional de mercadorias é altamente intensificado, por essa razão, hoje se encontra peças da numismática grega em diversos pontos do mundo.

 

Na era clássica, a produção de moedas atinge um alto nível de refinamento técnico e artístico. O anverso e o reverso das peças passam a receber gravuras altamente detalhadas. Além das moedas de ouro e prata, introduz-se as moedas de bronze. Esse período dura até a conquista do Império Persa por Alexandre Magno.

➡️ Clique e veja de perto moedas da Grécia Antiga

 

 

 

🔶 NUMISMÁTICA GREGA NO PERÍODO HELENÍSTICO

 

Após a conquista do Império Persa, a cultura grega se espalha para o Oriente Médio e para a Ásia Central. Por isso, as moedas do período helenístico apresentam um alto grau de sincretismo cultural (elementos gregos e não-gregos misturados).

 

A produção de moedas aumenta ainda mais durante esses anos, pois essa é a estratégia que os sucessores de Alexandre usam para financiar projetos militares e econômicos.

 

Uma inovação importante é introduzida nessa época: além dos símbolos mitológicos tradicionais, os reis passam a imprimir os seus próprios rostos nas moedas. Essa prática será muito usada pelo Império Romano, que conquista os territórios gregos por volta de 31 a.C.

➡️ Confira as moedas antigas da Grécia na nossa loja virtual

 

 

 

🔷 MOEDAS GREGAS À VENDA

 

Confira nossas moedas à venda pela ➡️ loja online! Temos uma vasta coleção de moedas para os amantes da numismática grega. Basta clicar no link dos comentários (abaixo).

 


2 comentários em “Os Três Períodos da Numismática Grega”


  1. José Lauro Almeida da Silva disse:

    Muito interessante e didático.

    1. Gladston Jafet disse:

      Obrigado amigo !!!!


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

catorze + 4 =

« voltar topo ↑