Estado de Conservação: Flor de cunho e outras classificações!


É comum que quem quer começar ou está começando a colecionar moedas antigas tenha algumas dúvidas em relação à classificação do estado de conservação das peças.

Você já ouviu falar em ‘moeda flor de cunho’, por exemplo, mas teve dúvidas do que isso significa? Ou ficou curioso para saber como se classifica uma peça neste grau de conservação? Então não saia deste artigo! Preparamos um conteúdo completo para você descobrir tudo sobre os níveis de conservação das moedas antigas.

Você também pode achar interessante:

➡️ Como calcular o valor de moedas antigas?

➡️ Como catalogar uma coleção de moedas?

➡️ 5 dicas para identificar moedas falsas

Descubra como classificar o estado de conservação de moedas antigas.

Como é definido o Estado de conservação de moedas antigas?

Os padrões para classificar moedas antigas que eram cunhadas à mão são diferentes daqueles usados ​​para classificar moedas cunhadas por máquinas modernas. Como as moedas antigas eram batidas à mão e enterradas, desenterradas e limpas, cada moeda tem uma combinação única de atributos (pátina, batida, centralização, grau de corrosão, etc.).

Consequentemente, classificar moedas antigas é mais uma arte do que uma ciência! Os padrões de classificação dessas moedas não são tão técnicos quanto os da cunhagem moderna e podem variar amplamente de tipo para tipo e até de moeda para moeda.

Muitos fatores devem ser levados em consideração ao classificar moedas antigas, incluindo: qualidade da (s) batida (s), estado da matriz na batida, qualidade do metal usado para a prancheta, desgaste da circulação e efeitos de enterramento e conservação.

Mesmo fatores históricos devem ser considerados. Por exemplo, pode-se esperar que uma moeda romana da Idade de Ouro (96-161 d.C.) seja melhor cunhada do que uma moeda romana do século III d.C., quando o império era muito instável.

Leia depois: ➡️ A Crise do 3º Século – E-book Grátis

Classificação dos Níveis de Conservação

As moedas antigas podem ser classificadas em vários estados de conservação. Esses níveis de desgaste são importantes, pois o estado de conservação é um dos principais fatores para se avaliar o valor de uma moeda.

Abaixo descrevemos os 6 estados de conservação mais comuns adotados na escala brasileira. Esses níveis são baseados em padrões internacionais e aprovados pela Sociedade Numismática Brasileira (SNB).

⚠️ Importante: além dos 6 níveis apresentados neste artigo, existem graus intermediários entre eles. Entretanto, os graus de conservação apresentados abaixo são suficientes para nortear de maneira acessível quem quer começar ou está começando sua coleção.

1 – Flor de Cunho (FC)

Em inglês “uncirculated” (sigla UNC), uma moeda flor de cunho não apresenta nenhum sinal de desgaste e manuseio. Todos os detalhes da cunhagem – até mesmo os relevos – apresentam a aparência original. Peças flor de cunho não apresentam de jeito nenhum sinal de limpeza física ou química!

➡️ Como limpar moedas antigas? – Blog

Áureo de ouro romano de Faustina I em estado de conservação flor de cunho.
Áureo de ouro de Faustina I deificada (esposa do imperador romano Antonino Pio), cunhado em Roma depois de 141 d.C. Anverso: DIVA FAVSTINA, busto drapeado à direita. Reverso: AETERNITAS, Fortuna em pé à esquerda. Possui um atraente tom avermelhado claro.

É fácil reconhecer uma peça flor de cunho: ela é instantaneamente de tirar o fôlego e considerada o próprio paradigma do seu tipo!

2 – Soberba (S)

Adjetivada de “Extremely fine” (sigla XF ou EF) em inglês, uma peça soberba é aquela que possui pelo menos 90% dos detalhes originais e pouquíssimo vestígio de circulação e manuseio.

Admite-se que tenha até 10% de imperfeição em sua aparência original, oriunda de pequeno desgaste ou sinais de manuseio. Também pode ter passado por uma limpeza, desde que não tenha sinais de manchas ou riscos.

Moeda antiga de Gordiano III em nível de conservação soberbo.
Este denário do imperador Gordiano III (238-244 d.C.) é um tipo típico de XF, com desgaste uniforme mínimo. Todos os detalhes menores e maiores ainda estão claros e há nitidez na moeda em geral. Nenhum detalhe menor se confunde.

3 – Muito bem conservada (MBC)

“Very Fine” (sigla VF), em inglês. Para uma moeda ser considerada muito bem conservada, precisa ter no mínimo 70% dos detalhes de sua aparência original. Seu nível de desgaste também deve ser homogêneo – nível médio de desgaste e manuseio.

É importante que o aspecto geral permita fácil identificação da peça! Pode ter sinais de limpeza que causaram riscos ou manchas.

Denário do tributo do imperador romano Tibério muito bem conservado (very fine).

🔹O denário de Tibério acima apresenta o imperador com a coroa de louros geral distinta, mas algumas folhas individuais se fundindo. Há um desgaste significativo em todos os pontos altos, mas os detalhes principais, como os contornos da coroa de louros, a linha da mandíbula, as bordas das bochechas e os detalhes faciais permanecem claros.

Este tipo é normalmente encontrado um pouco fora do centro, geralmente com o TI para “Tiberius” fora da borda. Este exemplar tem inscrições completas em ambos os lados, o que é incomum e eleva o valor um pouco acima de um VF médio ligeiramente mais descentrado.

4 – Bem conservada (BC)

A peça bem conservada (“fine”, sigla F, em inglês) apresenta aproximadamente 50% dos detalhes originais de cunhagem. No geral, é uma moeda que foi muito circulada, mas ainda possui todos os detalhes visíveis. Inclusive, a legenda deve ser visível a olho nu!

Moeda romana em estado de conservação bem conservada.

🔹Acima: A coroa de louros neste denário do imperador Antonino Pio está completamente gasta na parte superior e há um desgaste pesado na barba. Metade da orelha está gasta, mas a parte inferior do olho, nariz, linha da mandíbula e partes externas do cabelo ainda estão claras. Detalhes importantes, como o contorno da bochecha, ainda estão claros também.

Há um desgaste significativo no reverso, mas o design geral ainda é claro. O arranhão significativo na frente do retrato reduz o valor a um pouco menos do que uma média de classificação de exemplar sem um arranhão.

5 – Regular (R)

“Good” (sigla G) em inglês, uma moeda classificada com o estado de conservação regular precisa ter no mínimo 25% dos detalhes originais da cunhagem. Assim, peças regulares apresentam muito desgaste, pequenos defeitos e fortes sinais de manuseio. A legenda é visível com o auxílio de uma lupa.

Dois exemplares romanos do período imperatorial em estado d econservação regular.
Dois exemplares de moedas imperatorial romana, SEGUNDO TRIUNVIRATO, denários de Marco Antônio, casa da moeda militar móvel, 32-31 a.C. O período imperatorial (49-27 a.C.) corresponde ao período sangrento do fim da República até o início do Império Romano.

➡️ Conheça outras moedas imperatoriais – Loja Online

6 – Um tanto gasta (UTG)

Classificada como “Poor” (sigla P) em inglês, uma peça um tanto gasta apresenta desgaste extremo e detalhes ilegíveis. Possui apenas a silhueta da figura principal. Geralmente não são colecionáveis, a não ser em casos de moedas extremamente raras de se encontrar.

Moeda antiga em nível de conservação um tanto gasta.
As moedas um tanto gastas são identificáveis pelo tipo, sobrando poucos outros detalhes legíveis.

Se você tiver alguma dúvida em relação aos graus de conservação de moedas antigas é só deixar sua dúvida nos comentários. Teremos o prazer em te auxiliar! Mas aqui na nossa Loja Online, você encontra o estado de conservação das nossas moedas no box de descrição da peça.

Oferecemos moedas de diferentes civilizações (clássicas, gregas, romanas, partas, sassânidas, bizantinas, medievais, entre outras) para agradar todos os tipos de colecionadores. Conheça nosso acervo, todas as peças são autênticas (acompanham certificado de autenticidade) e possuem FRETE GRÁTIS para todo o Brasil!

➡️ Quero conhecer as moedas à venda


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

17 − seis =

« voltar topo ↑