As 9 Musas da Mitologia Grega e suas moedas romanas


As Nove Musas da Mitologia Grega foram divindades que deram aos artistas, filósofos e indivíduos a inspiração necessária para a criação. Elas governavam as artes e as ciências, oferecendo inspiração nesses assuntos. Inclusive, a palavra ‘museu’ deriva das musas gregas (Templo das Musas).

Elas eram filhas de Zeus, senhor de todos os deuses, e Mnemosine, a personificação da memória. A memória era importante porque, nos tempos antigos, quando não havia livros, os poetas tinham que levar suas obras na memória. A fascinação pelas Musas seguiu no Império Romano, onde moedas magníficas sobre elas foram cunhadas em 66 a.C.

Você também pode se interessar:

➡️ Os 10 maiores heróis gregos da mitologia

➡️ As moedas da deusa Ártemis (Diana)

➡️Pompeia e a erupção do Vulcão Vesúvio

Conheça as moedas romanas das 9 musas da mitologia grega.

Musas da mitologia grega

As nove musas eram: Calíope, Clio, Euterpe, Melpômene, Terpsícore, Érato, Urânia, Talia e Polímnia. Seu líder era o deus Apolo, que ensinou a elas as artes. Elas também podiam ver o futuro, dom reservado a poucos deuses da mitologia.

Todos os escritores antigos apelavam para as Musas da mitologia grega no início de sua obra. Homero pediu que elas o ajudassem a contar a história na Ilíada e na Odisseia da maneira mais adequada, e até hoje as Musas são símbolos de inspiração e criação artística!

Na pintura, as Musas são geralmente apresentadas como mulheres etéreas com beleza divina, segurando louros e outros itens, dependendo de sua faculdade.

Sarcófago romano com as imagens das 9 musas da mitologia grega.
Sarcófago romano do século 2 d.C. (Museu do Louvre, em Paris).

Moedas Romanas das Musas Gregas

Quintus Pomponius Musa foi um dos homens que se tornou um oficial que administrava a casa da moeda romana em 66 a.C. Os desenhos de denários de prata romanos desse período eram frequentemente baseados em trocadilhos derivados de nomes de oficiais.

Então Musa lançou uma série magnífica de moedas representando as musas da mitologia greco-romana. Ele colocou seu próprio nome no reverso de cada moeda em vez de inscrever o nome de cada Musa. Os numismatas contam com seus emblemas ou atributos para identificar as figuras.

As imagens nas moedas das Musas são, provavelmente, baseadas nas estátuas de Hércules e das Musas erguidas pelo general Marcus Fulvius Nobilior em um templo em Roma, em 187 a.C. (121 anos antes).

O anverso mostra uma cabeça andrógina laureada do deus Apolo, com um pequeno símbolo atrás do pescoço. Este símbolo provavelmente ajudou a garantir que as matrizes do anverso fossem emparelhadas com os inversos corretos quando as moedas foram cunhadas.

➡️ Confira as moedas romanas disponíveis à venda – Loja Online

Calíope

Moeda da Musa Calíope.

Calíope significa “bela voz”. Ela era a musa da poesia épica e da eloquência. Ela era a mãe de Orfeu, o grande – mas mortal – músico da mitologia grega. Seu símbolo era uma tábua de escrever.

Entretanto, nesta moeda ela toca uma lira (um instrumento de sete cordas frequentemente usado para acompanhar a recitação de poesia). O símbolo por trás do busto de Apolo no anverso é uma chave, por razões desconhecidas.

Essas moedas são um pouco mais escassas do que a maioria da série, mas geralmente podem ser encontradas em boas condições sem grande dificuldade.

Clio

Moeda romana de Clio, uma das musas da mitologia grega.

Clio foi a musa da história. Seu nome vem de uma palavra grega que significa “comemorar”. Ela é identificada pelo pergaminho aberto que segura e pelo pergaminho atrás da cabeça de Apolo no anverso.

As moedas de Clio estão entre as moedas mais comuns da série.

Euterpe

Moeda da musa Euterpe.

Euterpe era a musa da música e da poesia lírica. Seu nome deriva de duas palavras gregas que significam “agradar bem”. Ela é identificada pelos aulos, também chamados de tíbias, uma flauta dupla que ela toca habilmente no reverso, e pelas flautas cruzadas atrás da cabeça de Apolo no anverso.

Melpômene

Denário romano da musa Melpômene.

Melpomene significa “cantar em um coro” e ela era a musa da tragédia. Seu nome tem origem como a Musa do Coro (na antiga tragédia grega, o Coro era a personagem principal da peça). Ela é identificada pela máscara trágica que segura na mão esquerda e pela clava que segura na direita, e pela clava atrás da cabeça de Apolo no anverso.

As moedas de Melpomene estão no lado escasso dentro da série, mas belos exemplares geralmente podem ser obtidos nos quatro algarismos baixos.

Terpsícore

Terpsícore, uma das musas da mitologia grega, retratada em uma moeda romana.

Terpsícore significa “prazer em dançar”. Como musa da dança, seu símbolo é a lira. No reverso da moeda, ela segura a lira em sua mão esquerda e o plectro (uma grande palheta usada para dedilhar as cordas) em sua direita.

No anverso, o símbolo por trás do pescoço de Apolo é uma tartaruga, porque a caixa de ressonância das primeiras liras gregas foi feita da carapaça de uma tartaruga.

Érato

Denário romano da musa Érato.

Érato significa “adorável”. Como Musa da Poesia Lírica ou “Erótica”, seu símbolo é a cítara, um parente maior da lira com uma caixa de som de madeira. No verso, o símbolo distintivo é um botão de flor de haste longa.

A distinção entre as representações individuais de Érato e Terpsícore em suas respectivas moedas é sutil. A mão direita de Érato se estende por seu corpo para tocar cítara, enquanto a mão direita de Terpsícore pende ao lado dela segurando o plectro.

Moedas de Érato são de longe as edições mais raras de Pomponius Musa, com apenas nove exemplos listados. As moedas atingem preços espetaculares quando aparecem, variando de $17.905 a $37.995 dólares.

Urânia

Moeda romana antiga da musa Urania, umas das musas da mitologia grega das artes e ciências.

Urânia significa “celestial”. Era a Musa da Astronomia e seu símbolo é o globo celestial. Na moeda, ela segura um ponteiro indicando o globo em uma base baixa. Em um exemplo particularmente bem preservado, linhas de latitude e longitude podem ser vistas inscritas no globo. No anverso, o símbolo por trás de Apolo é uma estrela de oito pontas.

As moedas de Urânia são as peças das musas mais facilmente obtidas e são provavelmente as mais populares também.

Os rostos das Musas na maioria das moedas tendem a ser fracamente cravados ou cravados a partir de matrizes com pouco ou nenhum detalhe, mas o golpe nesse exemplar em específico é nítido o suficiente para mostrar o contorno do olho esquerdo de Urânia no reverso!

Talia

Talia, musa da mitologia greco-romana, em moeda antiga.

Thalia era a musa da comédia e da poesia idílica. Seu nome vem de uma palavra que significa “florescente” ou “verdejante”, refletindo sua origem na poesia idílica (que celebra a natureza e a vida rural). Ela é identificada pela máscara cômica que segura no verso e pela sandália atrás da cabeça de Apolo no anverso.

Polímnia

Musa Polímnia em moeda da Roma antiga.

Polimnia significa “muitos hinos”. Como a Musa da Canção Sagrada (e mais tarde da Retórica), seu símbolo é um véu ou coroa, possivelmente de flores. Ela está de pé em um vestido elegantemente drapeado com um cotovelo dobrado, como se fosse cantar. Uma coroa de flores também aparece no anverso atrás do pescoço de Apolo.

Aqui na nossa Loja Online você encontra moedas antigas gregas e romanas para sua coleção. Todas as peças possuem certificado de autenticidade LIFETIME com FRETE GRÁTIS para todo o Brasil. Confira:

Quero conferir as moedas da Loja Virtual


Confira nossas moedas disponíveis

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

3 × 5 =

« voltar topo ↑