As Moedas do Império Bizantino


Durante muitos séculos, o Império Bizantino teve uma das economias mais fortes da região do Mediterrâneo! Conheça essa história através das moedas da civilização bizantina.

 

 

Você também pode gostar de ler outros artigos:

➡️ A Origem e a História da Moeda

➡️ Quem foi o Último Imperador Romano?

➡️ As Moedas de Constantino – O Primeiro imperador Cristão

 

 

O Império Bizantino teve uma das mais fortes economias do Mediterrâneo. Conheça algumas das moedas cunhadas ao longo dos anos!

 

 

A Economia do Império Bizantino

 

 

Um dos pilares da economia da civilização bizantina era o comércio. A localização privilegiada da capital, Constantinopla, próxima a várias rotas comerciais da Eurásia e do Norte da África, fizeram de sua economia uma das mais fortes do Mediterrâneo!

 

O Estado controlava tanto o comércio interno quanto externo, assim como tinha o monopólio da emissão de moedas. Dessa forma, mantinha o sistema monetário flexível e adaptado às necessidades do comércio. Também controlava formalmente as taxas de juros.

 

A agricultura também desempenhou um papel importante na economia bizantina. Embora lento, o desenvolvimento agrícola foi constante entre os séculos VIII e XIV.

 

 

Império Bizantino em sua extensão máxima em 565 d.C.

Império Bizantino em sua extensão máxima, em 565 d.C. durante o governo de Justiniano I.

 

 

Com os conflitos militares contra os árabes nos séculos VIII e IX, o império perdeu cerca de um terço do seu território, o que causou grande impacto na economia!

 

Após a Reforma de Constantino V (741 a 775 d.C.) através do repovoamento, obras públicas e medidas fiscais, o império voltou a impressionar com a riqueza de capital. Porém, a Quarta Cruzada provocou uma série de eventos que destruíram a economia bizantina.

 

Assim, o império acabou perdendo o controle de certas modalidades do comércio. De acordo com alguns historiadores, perdeu até mesmo o controle da cunhagem de moedas!

 

 

 

As Primeiras Moedas Bizantinas

 

Após a queda da Roma Ocidental, o Império Bizantino utilizava basicamente dois tipos de moedas. O solidus, moeda de ouro instituída em 311 d.C. pelo Imperador Constantino I, e uma variedade de moedas em bronze.

 

As primeiras moedas da civilização bizantina seguiam o padrão das moedas do final do Império Romano do Ocidente. Traziam no anverso a efígie do imperador, mas não de perfil como antes, e sim de frente. No reverso apresentavam um símbolo cristão como a cruz, um anjo ou a deusa romana da Vitória (que passaram a ser confundidos).

 

 

Solidus de Justiniano. Essa moeda de ouro era muito utilizada pelo império bizantino.

➡️ Confira os solidus disponíveis na nossa loja online

 

🔹 Acima: solidus trazendo no anverso o Imperador Bizantino, Justiniano I, que governou de 527 a 565 d.C. No reverso, apresenta um anjo segurando uma longa cruz. Datado de 537 a 542 d.C.

 

 

Novas Moedas do Império Bizantino

 

 

As moedas de prata, chamadas de hexagrama, foram instituídas no sistema monetário bizantino no século VII, em 615 d.C. O hexagrama valia aproximadamente 1/12 de um solidus de ouro. Foi batizado com esse nome por pesar cerca de 6 gramas.

 

 

O hexagrama era uma moeda de prata do império bizantino instituído no século VII.

Hexagrama de prata que traz Constâncio II e Constantino IV no anverso.

 

 

 

No século IX, o império passou a emitir um solidus de ouro com ¾ do peso, chamado de Tetartero. Assim, o solidus inteiro, que pesava cerca de 4,48 gramas, passou a ser chamado de histameno.

 

 

No século IX o império bizantino passou a emitir o tetartero, que era equivalente a três-quartos do solidus inteiro.

Tetartero (três-quartos de solidus) que representa o imperador bizantino Miguel VI.

➡️ Conheça mais moedas da época – Jafet Numismática

 

 

 

No século IX, o solidus inteiro passou a ser chamado de Histameno pelo império bizantino.

Histameno (solidus inteiro), que traz o imperador bizantino Constantino VIII.

 

 

 

Últimas Moedas da Civilização Bizantina

 

 

Já no final do Império Bizantino, a maior parte das moedas era cunhada apenas em estavrato de prata. Outras moedas eram feitas de cobre.

 

 

No final do império bizantino, a maior parte das moedas eram cunhadas em estavrato.

Estavrato do imperador Manuel II, que governou de 1391 a 1425.

 

 

Mesmo no final, as moedas bizantinas eram bastante valorizadas na Europa. Muitos governantes passaram a cunhar moedas mais simples, mas que seguiam os padrões bizantinos!

 

 

Você já conhecia as moedas do Império Bizantino? Na nossa Loja Online você encontra outras moedas da época!

 

➡️ QUERO CONHECER OUTRAS MOEDAS BIZANTINAS

 

 Todas as peças vêm com certificado de autenticidade LIFETIME – sem custo adicional!

 Frete grátis para todo o Brasil!


Confira nossas moedas disponíveis

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

18 − nove =

« voltar topo ↑