A História de São Nicolau, o Papai Noel


Papai Noel é um importante símbolo natalino. Mas você sabia que essa personalidade foi inspirada numa figura real? São Nicolau era um bispo conhecido por sua caridade e pelas doações anônimas que fazia – inclusive deixando as em meias e chaminés!

 

Durante o passar do tempo, muitas lendas se fundiram com os fatos reais de sua história o tornando um santo de muita popularidade e fascínio! Confira abaixo os episódios da vida do santo que se fundiu na imagem do bom velhinho.

 

 

Você também pode gostar:

Moedas de Augusto – Imperador da época de Jesus

Constantino, o Primeiro Imperador Cristão

 

 

Confira a história de São Nicolau, figura que deu origem a lenda do papai Noel!

 

 

Origem de São Nicolau

 

 

De acordo com os relatos, Nicolau era de família rica. Nasceu por volta de 270 d.C. na cidade marítima Patara da Grécia Antiga (hoje atual Turquia). Seus pais eram cristãos fervorosos e, assim, educaram Nicolau de acordo com a fé.

 

Após a morte dos pais, Nicolau herdou uma fortuna considerável. De acordo com a história, ele a doou para os necessitados.

 

Bispo de Mira

 

 

Após a morte dos pais, Nicolau foi para Mira, na região da antiga Lícia, na costa sul da moderna Turquia. É por isso que o santo é conhecido como São Nicolau de Mira.

 

 

São Nicolau de Mira, o papai noel, se mudou para a cidade de Mira após a morte dos pais, se tornando bispo de lá.

 

 

Alguns relatos contam que Nicolau se tornou bispo por acaso. O bispo do local tinha acabado de falecer e os sacerdotes discutiam quem poderia substituí-lo. Decidiram deixar na mão do Espírito Santo e que o primeiro que entrasse no templo seria o próximo bispo. Quem entrou foi Nicolau.

 

Outros estudiosos defendem que Nicolau não se tornou bispo ainda jovem por acaso, mas sim devido sua grande sabedoria e caridade.

 

O bispo também chegou a desenvolver um apostolado na região do Egito e da Palestina, mas sempre voltou para sua cidade, Mira.

 

 

Perseguições e Prisão

 

 

São Nicolau viveu numa época bastante conturbada da história romana. Durante o governo do imperador Diocleciano (284-305), foi perseguido e levado à prisão, como muitos cristãos na época.

 

 

O imperador Diocleciano perseguia os cristãos e um dos perseguidos e presos foi São Nicolau de Mira, figura que inspirou a lenda do papai noel.

Estátua do Imperador Diocleciano.

 

 

De acordo com a história, o bispo católico ficou preso durante duas décadas e recusava a renegar sua fé. Inclusive, incentivava os outros prisioneiros a se manterem fiéis a Jesus na prisão. Nicolau só foi solto quando Constantino assumiu como Imperador e decretou seu famoso Édito de Constantino. No qual tornou o cristianismo a religião oficial do Império Romano!

 

 

 

O Concílio de Niceia e a Bofetada em Ário

 

 

Em 325, o imperador Constantino convocou o Concílio de Niceia, do qual o bispo Nicolau participou. A história conta que mais de 300 bispos debatiam sobre a Santíssima Trindade. Ário, um desses bispos, afirmava que a natureza do Filho (Jesus) não era igual à do Pai (Deus). Nicolau perdeu a paciência e esbofeteou Ário em pleno concílio.

 

 

Afresco representando o Concílio de Niceia, no quão São Nicolau esbofeteou Ário.

Afresco do século XVI representando o Concílio de Niceia.

 

 

Pela conduta inapropriada, Constantino disse que os próprios bispos dariam a punição a Nicolau. De acordo com algumas versões, os bispos confiscaram suas vestes episcopais e o mandaram para a prisão. Na mesma noite, o bispo teve uma visão de que Jesus e Maria lhe entregavam as Escrituras e devolviam suas vestes.

 

No dia seguinte o carcereiro encontrou Nicolau vestido como bispo lendo as Escrituras. O imperador Constantino soube do ocorrido e mandou que o libertassem! Assim, o concílio deu razão a Nicolau, e os argumentos de Ário foram rejeitados.

 

 

Moeda romana do imperador cristão Constantino, que participou de episódios da vida de São Nicolau.

Moeda romana do imperador Constantino, datada de 307 d.C.

 

Morte

 

 

O dia 6 de dezembro de 326 é tido como a data de sua morte. Por isso, de acordo com o calendário gregoriano, essa é a data da festa de São Nicolau (em sua homenagem).

 

Após sua morte, seu túmulo se tornou local de peregrinação para os cristãos. Mais tarde, quando os muçulmanos conquistaram a Anatólia – península conhecida antigamente como Ásia Menor – um grupo de católicos transportou, em segredo, seus restos mortais para Bari, na Itália. Assim, o santo também é conhecido como São Nicolau de Bari.

 

Esse fato foi fundamental para que o culto a São Nicolau se estendesse por toda a Europa! Por isso, o santo é padroeiro da Rússia, da Grécia e da atual Turquia (sua terra natal).

 

 

Milagres e Canonização

 

 

Escultura que representa São Nicolau de Mira, figura que deu origem ao papai Noel.

Escultura de carvalho de São Nicolau de Mira, de 1500.

 

 

 

O santo foi venerado ainda em vida devido a muitas histórias de milagres que teriam acontecido por sua intercessão. Por ter muitos milagres atribuídos a ele, foi canonizado pela Igreja Católica.

 

Ele era conhecido por ser acolhedor com os pobres e, principalmente com as crianças. Sendo o primeiro santo da igreja a se preocupar com a educação e a moral das crianças e de suas mães.

 

Ao santo também é atribuído o dom de ressuscitar as crianças da região de Mira. Por isso, é conhecido como o padroeiro e amigo das crianças, um símbolo ligado diretamente ao nascimento do menino Jesus!

 

Ele também é o santo protetor dos marinheiros. Conta-se que logo após a morte de seus pais, Nicolau viajou até a Terra Santa. Durante a viagem, ocorreu uma tempestade muito forte. O santo rezou e assim a calmaria se estabeleceu! Na Grécia Antiga as pessoas acreditavam que se invocassem seu nome durante uma tempestade no mar, ele poderia salvá-las de se afogar – numa substituição a Poseidon, deus dos mares da mitologia grega!

 

A sua popularidade contribuiu para que sua história se fundisse com episódios lendários. Mas mesmo com poucas informações históricas confirmadas – e talvez por isso – Nicolau se tornou um dos santos mais venerados pelos cristãos.

 

 

Doações Anônimas e a Figura do Papai Noel

 

 

Veja pintura de São Nicolau de Mira, personagem histórico que originou a lenda do papai Noel!

Pintura de São Nicolau datada do século XIII.

 

 

Desde muito jovem, Nicolau tinha o costume de fazer doações anônimas. Umas das histórias mais famosas de sua caridade é a das três moças cujo pai não tinha dinheiro para o dote. Não podendo pagar para que as filhas tivessem um bom casamento, o pai decidiu colocá-las para se prostituir.

 

Nicolau ouvindo a história, jogou, durante a noite, três sacos de ouro pela chaminé da casa dessa família. Algumas versões dizem que os sacos caíram nas meias que as três filhas tinham deixado secar junto à lareira naquela noite!

 

Por sua afeição pelas crianças e episódios como os presentes deixados para os dotes das três moças, não foi difícil que a figura do santo se fundisse a de um bom velhinho com um saco de presentes nas costas! Na verdade, a transformação do santo no ícone natalino do Papai Noel teve início na Alemanha. A fascinação e a imaginação popular fizeram o símbolo conquistar o mundo inteiro!

 

Hoje em dia, o Papai Noel é retratado como um senhor rechonchudo, alegre, de vestes vermelhas, cinto e botas pretos. Esse retrato foi mostrado pela primeira vez em uma propaganda lançada pela Coca-Cola. Essa imagem continuou sendo mantida através das peças publicitárias, filmes e afins.

 

 

Propaganda antiga da Coca-Cola que moldou a forma como o papai Noel é visto nos dias de hoje.

Propaganda da Coca-Cola que traz a figura do Papai Noel como é conhecida atualmente.

 

 

Você já conhecia essa história? No nosso Blog você encontra muitos artigos sobre outros personagens fascinantes!

 

Na nossa Loja Online, você encontra moedas que foram cunhadas e circulavam em diferentes épocas da história da humanidade. Todas as moedas possuem certificado de validade LIFETIME sem custo adicional! Além disso, todas as peças da nossa loja possuem frete grátis para todo o Brasil.

 

QUERO CONHECER AS MOEDAS QUE PRESERVAM A HISTÓRIA DO MUNDO


Confira nossas moedas disponíveis

2 comentários em “A História de São Nicolau, o Papai Noel”


  1. Pedro Carlos da Silva Filho disse:

    Achei fascinante, eu não conhecia a história e não sabia o porque desse velhinho rechonchudo representar o espírito do natal. Gostei muito do artigo e espero conhecer muito mais. Obrigado.

  2. yansilva1328 disse:

    Muito boa a história do papai Noel quando eu tinha uns 9 anos eu tava escondido atrás do sofá esperando o papai Noel vim com o presente pra botar de baixo da minha árvore de Natal. Mas ele não vinha. Já era umas 11:00 horas da noite então eu fui lá na cozinha beber água. Quando eu voltei o presente estava lá de baixo da árvore de Natal


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

dez − 6 =

« voltar topo ↑