Como era o Festival da Saturnália na Roma Antiga?


A Saturnália era um festival romano duradouro dedicado ao deus Saturno, que acontecia entre 17 e 23 de dezembro de cada ano durante o solstício de inverno.

Originário de rituais agrícolas arcaicos, essas festividades romanas passaram a incluir uma rodada geral de presentes, festejos e inversões de papéis, de modo que se tornou uma das celebrações mais populares do calendário e certamente a mais alegre!

Inclusive, as celebrações da Saturnália são a fonte de muitas das tradições que agora associamos ao Natal! Continue a leitura e descubra como era esse festival romano.

Você também pode gostar de ler:

➡️ Descubra a Origem do Natal

➡️ A história de São Nicolau, o Papai Noel

➡️ As Moedas do imperador Augusto

Descubra como era a Saturnália da Roma Antiga.

O que era a Saturnália?

Saturnália, o feriado mais popular no antigo calendário romano, derivava de rituais mais antigos relacionados à agricultura e ao solstício de inverno, especialmente a prática de oferecer presentes ou sacrifícios aos deuses durante a época de semeadura no inverno.

A celebração pagã de Saturno, o deus romano da agricultura e do tempo, começou como um único dia. Mas no final da República (133-31 a.C.) havia se expandido para um festival de uma semana, começando em 17 de dezembro (no calendário juliano, que o os romanos usavam na época; o solstício de inverno caía em 25 de dezembro.)

Saturno

O foco da Saturnália era o deus Saturno, uma espécie de figura misteriosa na religião romana. As representações do deus na arte sobrevivente mostram-no usando um véu e brandindo uma foice ou uma faca de poda. Isso sugere uma relação próxima com a agricultura .

Com ligações com divindades indígenas italianas e talvez, também, uma versão do deus grego Cronos, ele era considerado uma divindade primordial que ensinou à humanidade importantes habilidades agrícolas. Acredita-se que ele tenha governado quando o mundo desfrutava de uma Idade de Ouro de prosperidade e felicidade. Daí a frivolidade geral de seu festival.

Moeda romana de bronze com o busto do deus Saturno no anverso.
Moeda de bronze cunhada em Roma, durante a 2ª Guerra Púnica (211-206 a.C.). Apresenta o busto do deus Saturno laureado no anverso. No reverso, traz proa à direita.

O Festival da Saturnália

Apesar da afirmação de Tito Lívio de que o festival começou no início do século V a.C., há evidências de que ele começou muito antes. Começando como um feriado de um dia, a Saturnália acabou se expandindo para cobrir uma semana na República Tardia.

Augusto reduziu as festividades para três dias mais modestos. Mas seu sucessor Calígula aumentou para cinco dias. E parece que, na prática, as pessoas comuns festejavam os sete dias inteiros de qualquer maneira, apesar dos decretos oficiais.

Cada família escolhia um “rei” especialmente para a ocasião, conhecido como “Saturnalicius princeps” ou ‘líder da Saturnália’. Às vezes, ele é referido como o ‘Senhor do Desgoverno’, pois era selecionado entre os membros mais humildes de uma família e recebia o direito de conduzir travessuras despreocupadas.

Era um período festivo em que as pessoas davam presentes umas às outras. Os escravos tinham a liberdade dos cidadãos comuns e agora podiam jogar, embriagar-se em público e jogar de lado o manto do decoro que deveriam apresentar em qualquer outra época do ano.

Roupas mais informais eram usadas pelos cidadãos em vez da toga usual, e havia uma rodada geral de festas, jogos e folia para todos. Esses eventos tornaram-no o festival romano mais alegre do calendário; um fato que levou Catulo a descrevê-lo como ‘o melhor dos tempos’!

Representação artística do que teria sido o festival romano da Saturnália.
‘Saturnália’ (1783) de Antoine Callet, mostrando sua interpretação de como esse festival pode ter sido.

Inversão de papéis sociais

Uma peculiaridade da Saturnália não era apenas o relaxamento, mas a inversão de papéis comuns e convenções sociais. Por exemplo, os senhores usavam o chapéu de feltro de escravo liberto (pilleus) e atendiam seus escravos (ou pelo menos comiam juntos no mesmo cômodo), que foram autorizados a fazer o que quisessem e até mesmo mostrar um toque de insolência.

Este elemento do festival era talvez uma válvula de escape projetada para liberar as pressões sociais acumuladas ao longo do ano dentro das rígidas convenções sociais da sociedade romana.

Sigillaria – o último dia do festival

O fim das celebrações era marcado pela compra e entrega de velas, ninharias como os figos gelatinosos, e especialmente as pequenas estatuetas de terracota ou sigila que estavam à venda no mercado especial, a sigillaria. Esta feira deu o seu nome ao último dia de festa, e era tradição as pessoas darem dinheiro aos seus dependentes para que pudessem comprar os produtos baratos que ali se ofereciam.

O Templo de Saturno

Construído no século IV d.C. para substituir um templo anterior, o Templo de Saturno em Roma serviu como o centro cerimonial das celebrações posteriores da Saturnália. No primeiro dia das festividades, um porco jovem costumava ser sacrificado publicamente no templo, que estava localizado no canto noroeste do Fórum Romano.

A estátua de culto de Saturno no templo tradicionalmente tinha laços de lã amarrados em torno de seus pés. Entretanto, durante a Saturnália, esses laços eram afrouxados para simbolizar a libertação do deus.

O que sobrou do Templo de Saturno em Roma, perto do Fórum Romano.
Ruínas do Templo de Saturno no Fórum Romano, em Roma.

A Jafet Numismática é uma Loja Online de moedas antigas e outros materiais numismáticos. Somos especialistas em moedas gregas e romanas! Todas as peças da nossa loja são autênticas e possuem certificado de autenticidade LIFETIME. Oferecemos FRETE GRÁTIS para todo o Brasil.

Quero conferir as peças disponíveis


2 comentários em “Como era o Festival da Saturnália na Roma Antiga?”


  1. Gostei muito.
    Ótimo conhecer essa parte da História.

    1. Boa noite Aloysio
      Pelo si ou pelo nã, suprimimos a informação que estava em questão !!! Obrigado!!!


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

18 − 2 =

« voltar topo ↑