Aquiles: o herói da guerra de Troia


Aquiles é considerado um dos maiores heróis da mitologia grega. Segundo a lenda, ele era um guerreiro extraordinariamente forte, corajoso e leal. Mas tinha uma vulnerabilidade: seu famoso calcanhar de Aquiles.

A Ilíada, poema épico com autoria atribuída a Homero, traz esse herói como protagonista e conta suas aventuras no último ano da guerra de Troia.

Você também vai gostar de ler:

➡️ Os 10 maiores heróis gregos

➡️ Deméter, a deusa da colheita

➡️ 5 tipos de capacetes gregos

A lenda de Aquiles, um dos maiores heróis da mitologia grega.

Origem

Aquiles era filho de Peleu, rei grego da Fítia e homem mais piedoso do planeta, e Tétis, uma deusa menor, ninfa do mar (nereida).

Zeus, o rei dos deuses, e Poseidon, deus do mar, se apaixonaram por Tétis e eram rivais por sua mão em casamento.

No entanto, eles foram avisados ​​da profecia de que Tétis teria um filho que cresceria para ser maior que seu pai. Preocupado com isso, Zeus fez a deusa se casar com um homem mortal para que seu filho não pudesse desafiar seu poder.

Em outra versão da história, Tétis rejeita os avanços de Zeus e furioso, ele decreta que ela nunca se casará com um deus. De qualquer forma, Tétis acaba casada com o mortal Peleu e Aquiles nasce.

Didracma grego que traz Aquiles no anverso e sua mãe, a deusa Tétis, no reverso.
Didracma sob Pirro, datado de 279-274 a.C. Anverso: Aquiles com capacete de crista ornamentado com grifo. Reverso: Tétis velada sentada em um cavalo-marinho, nadando. Ela segura o escudo do filho, adornado com uma cabeça de Górgona.

➡️ Veja outras moedas gregas – Loja Online

Tendão de Aquiles

Tétis dá à luz Aquiles que, ao contrário dela, é mortal. Ela tenta torná-lo imortal, mergulhando-o no rio Estige (o rio que atravessa o Submundo), enquanto o segura pelo calcanhar. A única parte de seu corpo intocada pelas águas torna-se seu único ponto de fraqueza, daí a frase “calcanhar de Aquiles”.

Na Ilíada não há menção à invulnerabilidade de Aquiles nem à fraqueza de seu calcanhar. Nas cenas que representam sua morte na arte grega, ele foi mostrado com uma flecha no torso, assim como no calcanhar. Isso pode indicar que a história do “calcanhar de Aquiles” é uma adição posterior ao mito.

Seja como for, a história revela a tristeza de uma mãe que sabe que, sendo imortal, sobreviverá ao filho!

Infância e mentoria com Quíron

O centauro Quíron retratado em moeda do imperador romano Gordiano III.
CARIA, Aphrodisias sob Gordiano III (238-244 d.C.) Æ 36mm, 24,26g. Anverso: busto do imperador romano radiado, drapeado e couraçado à direita. Reverso: centauro avançando para a direita, segurando arco e flecha.

➡️ A figura do centauro nas moedas antigas – Blog

Quando Aquiles ainda é criança, Tétis retorna ao mar para viver com as outras nereidas.

Com a ausência de sua mãe, o herói passou sua infância no Monte Pelião, sendo criado e treinado pelo sábio centauro Quíron, que também educou Héracles (Hércules para os romanos) e Jasão.

Lá, treinou várias habilidades, da caça à música. Ele se destacou em todas as disciplinas e, ao voltar para casa, já estava claro para todos a grandeza que lhe era destinada!

De volta à Fítia, Aquiles fez amizade com Fênix e Pátroclo, dois refugiados que Peleu acolheu durante sua ausência. Ambos teriam uma enorme influência sobre ele, tornando-se este último seu amigo mais amado.

Aquiles e Pátroclo

Aquiles desenvolve um forte relacionamento com Pátroclo. Eles se tornam melhores amigos e, possivelmente, amantes. Na Ilíada, Aquiles descreve Pátroclo como “o homem que eu amei além de todos os outros camaradas, amado como minha própria vida”.

Homero não declarou abertamente que a relação dos dois era romântica, porém, esse relacionamento íntimo é crucial para o enredo da Ilíada e definição da guerra de Troia.

Representação artística de Aquiles enfaixando o braço de Pátroclo.
Aquiles enfaixa o braço de Pátroclo. Detalhe de vaso datado de 500 a.C.

Aquiles na corte de Licomedes

Uma profecia afirmara que o herói morreria em Troia. Outra profecia dizia que os gregos só venceriam a guerra se tivessem Aquiles lutando ao seu lado.

Assim, enquanto sua mãe tenta salvá-lo de seu trágico destino escondendo-o na corte de Licomedes disfarçado de menina, Odisseu sai à sua procura para convocá-lo para a guerra.

Lá, Aquiles tem um romance com Deidamia, uma das filhas de Licomedes, gerando um filho chamado Neoptólemo.

Odisseu descobre Aquiles e o engana para revelar sua identidade masculina à corte. Assim, ele se junta às tropas na expedição a Troia.

Guerra de Troia

Moeda grega antiga que retrata o busto do herói Aquiles no anverso.
Moeda cunhada na Tessália no tempo do imperador romano Adriano, entre 123-125 d.C. Traz no anverso o busto de Aquiles usando capacete ático e no reverso cavalo empinado para a direita.

➡️ Confira as moedas romanas disponíveis – Loja Online

Aquiles acumulou um enorme exército de mirmidões, chegando a Troia com 50 navios. A batalha foi longa e árdua, durando surpreendentes 9 anos antes que algo realmente acontecesse. Foi só no 10º ano que as coisas ficaram feias.

Primeiro, Aquiles teve um desentendimento com o rei grego Agamémnon e se recusou a lutar em seu exército. Agamémnon havia lhe tomado Briseida, troiana que havia se tornado um de seus espólios de guerra — e por quem Aquiles também tinha um afeto.

Mesmo se recusando a lutar, ele deixa que Pátroclo vista sua armadura e lute em seu lugar. Tragicamente, o príncipe troiano Heitor mata Pátroclo, confundindo-o com Aquiles.

Devastado, o guerreiro caça e mata Heitor em um ato de vingança, numa das cenas mais tristes de toda a literatura ocidental. Mas para ele, isso não foi o bastante. Depois de matar Heitor, Aquiles se recusa a entregar o corpo aos troianos para os ritos fúnebres. Em vez disso, profana-o, arrastando-o com sua carruagem em frente às muralhas da cidade.

Ele só concorda em devolvê-lo ao receber a visita do rei troiano, Príamo, que havia ido sozinho ao campo grego para implorar pelo corpo de Heitor ao assassino de seu filho.

Moeda romana da imperatriz Crispina (esposa de Cômodo) , que traz o rei Príamo de Troia no reverso.
Busto da imperatriz Crispina, esposa do imperador Cômodo, no anverso. No reverso mostra o rei Príamo sentado no trono segurando cetro. AE cunhado em Troas, Ílio, entre 177-192 d.C.

Leia depois: ➡️ A Guerra de Troia (e-book grátis)

No clímax da história, o irmão de Heitor, Paris, dispara uma flecha (em muitos relatos dizem que estava envenenada) direto no ponto fraco de Aquiles, acabando para sempre com a vida desse herói outrora todo-poderoso.

Envenenada ou não, a flecha foi certamente guiada pelo deus Apolo, já que Paris não era um arqueiro de renome. Apolo também queria vingança: alguns anos antes, Aquiles havia matado um de seus filhos, Tenes, rei da ilha de Tenedos.

O fantasma de Aquiles

Na Odisseia de Homero, após Odisseu descer ao Mundo Inferior, uma das sombras que ele encontra é a de Aquiles, que havia se tornado, aparentemente, uma espécie de governante menor das almas mortas em sua região.

Ao perceber isso, Odisseu admira Aquiles por ter sido abençoado na morte tanto quanto em vida. “Se eu pudesse escolher”, responde Aquiles memoravelmente a isso, “preferiria ser um servo pago na casa de um homem pobre e estar acima do solo do que rei dos reis entre os mortos”.

Moeda antiga que apresenta no anverso o guerreiro Aquiles coroado no anverso.
AE chalkous cunhado na Tessália de 302-286 a.C. Apresenta cabeça coroada de Aquiles no anverso. No reverso, traz monograma AX e capacete frígio à direita. Pátina verde-escura, rachaduras na superfície, arranhões de limpeza.

Você já conhecia essas moedas de Aquiles? Aqui na Jafet Numismática você encontra um vasto estoque de peças autênticas para sua coleção. Somos especializados em moedas clássicas antigas. Todas as peças acompanham certificado de autenticidade sem custo adicional e possuem frete grátis para todo o Brasil.


Confira nossas moedas disponíveis

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

3 × um =

« voltar topo ↑