A Festa Em Homenagem a Baco e Dioniso – O Carnaval na Antiguidade


Você sabia? A festa em homenagem a Baco ou Dioniso são as primeiras manifestações do carnaval moderno! Esses cultos também deram origem ao teatro. Descubra abaixo como eram essas festas durante a antiguidade.

 

Você também pode gostar de ler outros artigos relacionados:

➡️ A Dinastia Ptolemaica e As Moedas do Egito Antigo

➡️ As Moedas de Marco Aurério: O Imperador-Filósofo

➡️ A Deusa Atena Nas Moedas Da Grécia Antiga

 

 

Conheça a Festa em Homenagem a Baco - O Carnaval na Antiguidade

 

 

 

O Deus da Desordem – Dioniso ou Baco

 

 

Dioniso (Διόνυσος ou Dionysos) é o deus da colheita das uvas, da fabricação do vinho, dos excessos, da loucura e do teatro. Dentro da mitologia grega, os textos clássicos apresentam diferentes versões sobre o seu nascimento. Ele seria filho de Zeus com Sêmele ou com Perséfone.

 

Moeda em homenagem a Baco - o deus da desordem!

 

🔸 A moeda grega acima é um dracma cunhado por volta de 530-510 a.C., em Naxos, cidade grega na Sicília. O anverso da peça mostra Dioniso, com uma longa e fina barba, olhando para a esquerda. O reverso traz um cacho de uvas e a inscrição NAXION.

 

➡️ Quero ver outras moedas de Dioniso – Loja Online de Numismática

 

Dioniso foi absorvido pela Roma Antiga com o nome de Baco. Esse termo é derivado do grego Βάκχος ou Bakkhos, que significa “comer”. O deus Baco simboliza o fogo que “come ou devora” os sacrifícios durante os cultos.

 

 

 

As Festas Dionisíacas na Grécia Antiga

 

 

Diversas festas eram dedicadas ao deus Dioniso ao longo do ano. A principal delas eram as Grandes Dionisías, que ocorriam entre março e abril, celebrando a chegada da primavera.

 

No início, os festejos eram uma espécie de transgressão teatral da sociedade da época. O pobre se vestia de rico, os homens se vestiam de mulheres, as prostitutas fingiam ser donzelas, etc. A festa se estendia por três dias com consumo de vinho em grandes quantidades. As relações sexuais abertas eram consideradas normais.

 

 

Festas Dionisiacas: O Carnaval na Grécia Antiga

🔸 Acima: ilustração do interior de uma taça antiga. A cena mostra Dioniso sendo seguido pelos sátiros no cortejo religioso e carnavalesco das festas dionisíacas.

 

➡️ Confira as moedas cunhadas na Grécia Antiga – Loja Virtual

 

Dessa tradição surge, ao longo do tempo, um concurso de peças cômicas e dramáticas para celebrar Dioniso. Daqui surge o teatro!

 

 

 

Os Bacanais – Festa Em Homenagem a Baco

 

 

A Roma Antiga também absorve a tradição de celebrar Baco com cultos religiosos regados a muito vinho. Essas festas passam a ser chamadas de bacanais.

 

Originalmente, as festas eram feitas em secreto somente por mulheres. Com o tempo, os bacanais se tornam públicos e são celebrados com representações teatrais que servem de cerimônia religiosa.

 

Com o tempo, os bacanais passam a ser mal vistos, perdendo o sentido religioso inicial. As festas começam a se transformar em orgias noturnas cada vez mais frequentes (feitas até 5 vezes a mês). Como o rito levava a muitas extravagâncias e desordens sociais, ele é proibido por volta de 186 a.C.

 

Festa em Homenagem a Baco - A Origem do Carnaval

 

🔸 Acima: pintura de Bouguereau (1884) mostrando as orgias da festa em homenagem a Baco, os bacanais.

 

➡️ Veja as moedas que eram usadas na Roma Antiga – Loja de Moedas Antigas


O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

dezesseis + 20 =

« voltar topo ↑