Idos de Março e o Denário Eid Mar


Os idos de março (15 de março) de 44 a.C. é uma das datas mais famosas da história! Foi nesse dia que o general e ditador romano Júlio César foi assassinado, vítima de uma conspiração.

A situação toda é ainda mais célebre, pois, além de ter acontecido com um dos maiores personagens da história romana, o assassinato foi causado pelo complô liderado por seu próprio filho adotivo, Brutus.

Além disso, Brutus mandou cunhar a famosa moeda Eid Mar para comemorar a morte de Júlio César. Essa peça rara é, provavelmente, a mais desejada pelos colecionadores de moedas antigas. Continue a leitura e descubra o porquê!

Você também pode se interessar:

➡️ O Decadracma de Siracusa (Demarete)

➡️ As moedas do grande Júlio César

➡️ O imperador Décio nas moedas antigas

Descubra a história dos idos de março de 44 a.C. e confira a rara moeda Eid Mar, em comemoração à morte de Júlio César.

O que eram os Idos?

Acredita-se que o primeiro calendário romano, que consistia em dez meses começando com Martius (março), tenha sido criado pelo rei Rômulo, por volta de 753 a.C.

Naquela época, as datas eram expressas em relação à fase lunar do mês, usando três divisões: idos, calendas e nonas. A primeira fase da lua, a lua nova, era indicada por calendas, o primeiro dia do mês.

A lua do primeiro trimestre caia no quinto ou sétimo dia do mês e era chamada de Nonas. Já a lua cheia ocorria no dia 15 do mês (março, maio, julho e outubro) ou 13 (nos meses restantes) e foi referida como Idos. Assim, o dia 15 de março marcava inicialmente a primeira lua cheia de um novo ano!

Reprodução do calendário romano com as divisões em idos, calendas e nonas.
Reprodução do que teria sido o calendário romano antes da reforma juliana.

➡️ Confira como foi a origem do calendário romano
(Blog da Jafet Numismática)

Eventos de Idos de Março

Durante o final da República Romana, era realizado um festival de ano novo nos idos de março. Ele ocorria a 1,6 km de Roma, na Via Flamínia, às margens do rio Tibre.

Os participantes comemoravam com comida, vinho e música e ofereciam sacrifícios à divindade romana Ana Perena para um feliz e próspero ano novo.

Entre 222 e 153 a.C., os idos de março também marcaram o início do novo ano consular. Nessa data, dois cônsules eleitos anualmente assumiam o cargo de líderes da república.

Mas os idos de março mais famosos são o de 44 a.C. Nesse 15 de março, Júlio César foi vítima de um complô e assassinado por um grupo de senadores!

Busto de Júlio César, assassinado no Idos de Março.
Busto de Júlio César, provavelmente a única escultura retratando César em vida que sobreviveu até hoje. Está abrigado no Museu Arqueológico de Turim, na Itália.

Brutus e os Liberatores

Marco Junio Bruto (Marcus Junius Brutus, em latim), Cássio e um grupo de senadores tinham receio de que Júlio César instaurasse uma tirania e dissolvesse a República Romana.

Assim, em 44 a.C., o grupo que se autodenominava ‘liberatores’ decidiram assassinar Júlio César, que já era ditador absoluto da república desde 49 a.C. De acordo com os membros, o objetivo não era um Golpe de Estado, mas sim evitar que Júlio César deflagrasse um.

➡️ Conheça a história e as moedas de Júlio César – Blog

“Cuidado com os Idos de Março”

Essa frase é célebre, dita pelo adivinho a Júlio César, na peça homônima de William Shakespeare. Em 15 de março de 44 a.C., Júlio César foi esfaqueado 23 vezes pelos senadores da facção liberatores.

Brutus X Segundo Triunvirato

Busto de Brutus, criador da famosa moeda eid mar.
Busto de Brutus, que está no acervo do Museu Nacional Romano.

Brutus e os outros senadores que participaram da conspiração acreditavam fielmente que o assassinato de César era um ato de patriotismo. Eles também achavam que a morte de Júlio César seria bem vista pelas outras alas políticas de Roma.

Porém, o vazio político deixado pelo ditador romano abriu portas para a criação de um segundo triunvirato, composto por Otaviano (sobrinho-neto de César), Marco Antônio e Lépido.

Os sucessores de César foram em busca de vingança, o que fez com que os liberatores fugissem para as províncias gregas.

Moeda Eid Mar

Para pagar sua legião de soldados, Brutus mandou cunhar o denário de prata Eid Mar em 42 a.C. É provável que a moeda Eid Mar (Eidibus Martis – nos idos de março) seja a moeda mais desejada pelos colecionadores de moedas antigas!

➡️ Conheça as moedas mais desejadas da numismática
(Baixe o E-book grátis!)

Moeda eid mar, em comemoração à morte de Júlio César.
Famosa moeda Eid Mar, comemorando os idos de março de 44 a.C.

Essa moeda apresenta no anverso o busto de Brutus. Já no reverso, traz uma mensagem bem clara: nos idos de março, as adagas trouxeram a libertação de Roma (simbolizada pelo capacete da liberdade no centro)!

➡️ Confira as moedas de Brutus disponíveis à venda
(Loja Online)

Os liberatores foram finalmente vencidos na Batalha de Filipos, na Macedônia romana, em 42 a.C. Brutus cometeu suicídio após a derrota na batalha.

Qual o valor da moeda Eid Mar?

Essas moedas são muito raras: estima-se que existam apenas 80 dessas peças no mundo todo! Dessa forma, podem atingir preços bastante elevados. Uma moeda Eid Mar em bom estado de conservação pode ultrapassar o valor de 200 mil dólares!

Você conhecia a história dos idos de março e o denário Eid Mar? Se você quer conhecer mais histórias como essa, visite nosso Blog:

➡️ Quero ler mais matérias do Blog

Agora, se você quer ver e adquirir moedas antigas que fizeram história, você precisa visitar nossa seção de produtos. Todo mês a gente inclui novas peças para os amantes de moedas antigas!

Quero conhecer as moedas antigas disponíveis à venda


Confira nossas moedas disponíveis

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

4 × 2 =

« voltar topo ↑