Moedas das Olimpíadas da Grécia Antiga


Os jogos olímpicos sempre foram bastante estimados em nosso planeta. Na antiguidade, sua importância era tanta que as atividades de guerra cessavam para que os jogos pudessem acontecer!

Continue a leitura e conheça essa história através das moedas das olimpíadas antigas.

Você também pode gostar de ler:

A deusa do amor Afrodite nas Moedas Antigas

As Moedas refinadas do Período Clássico Grego

As Criaturas Mitológicas da Grécia Antiga

Confira as moedas das olimpíadas da Grécia Antiga.

Os Jogos Olímpicos na Grécia Antiga

Na Grécia Antiga as olimpíadas eram realizadas de 4 em 4 anos – assim como nos dias de hoje. Os jogos aconteciam em Olímpia, um santuário administrado pela cidade-estado grega de Élis.

A primeira olimpíada foi realizada no ano de 776 a.C.! Teve apenas um dia de duração e uma modalidade esportiva: a corrida. Depois outras modalidades foram incorporadas, como arremesso de disco, luta, pentatlo, salto à distância, entre outras. Com o tempo, os jogos olímpicos passaram a ter duração de 5 dias.

Era um evento esportivo-religioso, já que homenageavam Zeus, o principal deus da mitologia grega. Recebia atletas de todo o mundo grego antigo até das colônias mais remotas! Mas mulheres, escravos e estrangeiros não podiam participar das competições.

Moeda olímpica grega antiga com retrato do deus Zeus.

Estáter de prata cunhado em Olímpia em 269-250 a.C. Traz o busto laureado de Zeus no anverso. No reverso, apresenta sua águia, símbolo de poder, na cauda de serpente enrolada.

➡️ Conheça os símbolos monetários das pólis da Grécia Antiga

(E-book GRÁTIS)

A importância era tamanha que existia uma “trégua sagrada” durante os jogos: todas as atividades de guerra cessavam para sua realização! Assim, Élis era considerada uma área sacrossanta e todos que queriam aproveitar ou participar do espetáculo podiam ir em segurança!

Mas os antigos jogos olímpicos representavam mais do que apenas eventos esportivos. Eram um negócio lucrativo e forneciam um fórum político e cultural com diversas atividades durante os jogos! Afinal, os atletas, treinadores e espectadores precisavam de abrigo, alimentação e entretenimento durante sua estadia em Olímpia.

Vencer as olimpíadas garantia prestígio aos atletas! Os vencedores eram homenageados nas suas cidades com refeições gratuitas, estátuas e sua vitória cantada pelos poetas! Também ganhavam coroas de louro e ramos de palmeira como sinal de honra e glória.

As Moedas das Olimpíadas Antigas

Uma das moedas das olimpíadas antigas que traz a deusa Hera no anverso.

Dracma de Olímpia, que traz a deusa Hera no anverso e a águia no reverso. Cunhado nas 103ª Olimpíadas, em 368 a.C.

➡️ Veja as Moedas Gregas disponíveis à venda – Loja Online

Era necessário ter uma moeda comum para ser utilizada em Olímpia para o comércio durante os jogos. Afinal, as moedas nativas dos vários visitantes tinham padrões de peso diferentes. Assim, do século V ao III a.C., foi cunhada uma série de moedas de prata especiais com novos desenhos produzidos a cada 4 anos.

As moedas das olimpíadas eram utilizadas primariamente para pagar alimentação, alojamento e a entrada dos espetáculos. Com o tempo, as peças se tornaram lembranças populares para os visitantes que queriam levar para a casa uma parte dos jogos.

As moedas celebravam Zeus e sua esposa Hera. Em sua maioria, representava uma pequena variedade de imagens, com retratos de Zeus e sua águia, às vezes com cobras, raios, colunas, ou a deusa Nike, que representava a vitória nos jogos.

Moeda olímpica da Grécia Antiga com retrato da deusa da vitória, Nike.

Moeda das olimpíadas antigas datada de 450-440 a.C. No anverso traz a águia voando. No reverso, apresenta a deusa da vitória, Nike.

➡️ Conheça outras moedas antigas da deusa Nike

(Blog Jafet Numismática)

Declínio dos Jogos Olímpicos

Com a Guerra do Peloponeso (441-404 a.C.), a famosa “trégua sagrada” foi esquecida! Em 424 a.C., Élis era da Liga de Delos, liderada por Atenas, e por isso baniu os cidadãos de Esparta do evento. Assim, pela primeira vez, os jogos olímpicos da antiguidade foram realizados sob a proteção de tropas! No fim, Esparta acabou não invadindo o local.

Depois, veio a conquista dos territórios gregos pelo reino da Macedônia em 338 a.C. Inclusive o rei macedônico Filipe II (pai daquele que se tornaria o maior governante do mundo grego da história: Alexandre, o Grande) participou das olimpíadas. Ele venceu os jogos nos anos de 356, 352 e 348 a.C.

Moeda olímpica do rei macedônico, Filipe II, que venceu 3 olimpíadas na antiguidade!

Tetradracma datado de 356 a.C. O rei macedônico venceu a corrida de cavalo das 106ª olimpíadas; a corrida de quadriga nas 107ª olimpíadas em 352; e a corrida de biga das 108ª olimpíadas de 348 a.C.!

Em 146 a.C., os romanos conquistaram os territórios gregos e os jogos foram abertos aos cidadãos de Roma.

Durante o tempo que ficou sob domínio romano, Olímpia sofreu com abalos sísmicos e invasões bárbaras. Mas foi somente em 393 d.C., no governo do imperador romano Teodósio I, que os jogos foram banidos definitivamente por terem sido considerados pagãos.

Quer conhecer mais moedas das civilizações antigas? Aqui na nossa Loja Online você encontra peças autênticas para sua coleção!

QUERO VER AS MOEDAS DISPONÍVEIS À VENDA

🔹 Certificado de autenticidade LIFETIME – sem custo adicional!

🔹 Frete grátis para todo o Brasil!

  Não trabalhamos com moedas brasileiras nem fazemos avaliações de moedas.


Confira nossas moedas disponíveis

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

treze − 11 =

« voltar topo ↑