As moedas de Antonino Pio, o imperador Piedoso


Antonino Pio, na maioria das vezes, governava com prudência e moderação. Sua história não contém relatos de bravura militar, nenhum discurso empolgante feito aos exércitos do império, nem episódios de privação e excessos chocantes.

Ao contrário, Antonino permaneceu na Itália, satisfeito em se concentrar na administração do império, aparentemente vivendo a vida de um aristocrata romano exemplar.

Você também pode se interessar:

➡️ Moedas das viagens do imperador Adriano

➡️ Moedas de Marco Aurélio, o imperador filósofo

➡️ Moedas de Trajano, o Imperador Expansionista

Confira as moedas antigas do imperador Antonino Pio.

Origem de Antonino Pio

Com o nome Tito Aurélio Fulvo Baiônio Árrio Antonino, ele nasceu em 86 d.C. na antiga cidade de Lanúvio – a uma curta distância ao sudeste de Roma.

Seu pai, Tito Aurélio Fulvo, foi cônsul em 89 d.C. e tinha uma história familiar de apoiar os lados certos na política imperial. Seu pai havia sabiamente apoiado Vespasiano durante a Guerra Civil de 68-69 d.C. e foi devidamente recompensado sob a dinastia Flaviana.

Leia depois: ➡️ As moedas da Dinastia Flaviana
(E-book Grátis)

A morte de seu pai pouco depois de seu consulado levou Antonino a ser criado por seu avô materno, Cneu Árrio Antonino, um aristocrata romano igualmente respeitado. Antonino casou-se com Faustina, a Maior, entre 110 e 115 d.C. Faustina era sobrinha da Imperatriz Vibia Sabina – esposa de Adriano – fato que o aproximou do círculo imperial.

Antonino Pio seguiu a carreira típica de jovens nobres romanos, servindo como questor, pretor e destacando-se como procônsul (governador) da Ásia em 134-35 d.C. Ele foi nomeado herdeiro de Adriano em fevereiro de 138.

Moeda do imperador Adriano, que traz seu filho adotivo Antonino Pio no anverso.
Áureo de ouro do imperador Adriano, que traz Antonino Pio no anverso. No reverso apresenta Concórdia sentada com a estatueta de Esperança à esquerda. Peça datada de 138 d.C.

➡️ Confira as moedas de Antonino Pio à venda – Loja Online

Ascensão ao Poder

Quando Adriano morreu em 138, seu relacionamento gélido com o Senado – ele ordenou a morte de vários membros durante seu governo – foi motivo de relutância por parte dos membros em conceder ao falecido imperador as honras usuais, incluindo o reconhecimento de seu status divino.

No entanto, um dos primeiros atos do reinado de Antonino foi absolver os senadores condenados à morte por Adriano e pressionar o Senado a deificar seu pai adotivo.

É amplamente aceito que foi esse ato de dever piedoso e filial para com seu pai adotivo que lhe valeu o título de Pio.

Governo de Antonino Pio

A administração imperial foi, de acordo com evidências epigráficas, particularmente conservadora durante seu reinado. Como outros imperadores romanos, Antonino Pio supervisionou grandes projetos de construção em todo o Império, inclusive em Roma.

Seu legado arquitetônico mais famoso na cidade é o colossal templo de Antonino e Faustina no Fórum Romano, que foi posteriormente reutilizado pela Igreja Católica como a Igreja de San Lorenzo em Miranda.

Templo de Antonino Pio e Faustina, a Maior.
Templo de Antonino e Faustina, que conseguiu se conservar em ótimas condições até os dias de hoje por ter sido transformado em igreja entre os séculos VII e VIII. Antonino Pio construiu o templo em 141 d.C., como homenagem à sua falecida esposa. Após sua morte em 161 d.C., o imperador Marco Aurélio (seu sucessor) e o Senado Romano também dedicaram o templo a Antonino.

Ele se ocupou menos com a construção de monumentos ostentosos e investiu em projetos que beneficiaram a população – como os banhos de Ostia, estradas, pontes e aquedutos. Ele também expandiu o acesso à água potável por todo império!

Além da piedade, Antonino Pio ficou conhecido por sua abordagem pacífica da gestão imperial. Seja ou não uma causa ou consequência de sua decisão de nunca deixar a Itália, o período de seu reinado – de 138 a 161 d.C. – foi o mais pacífico em toda a história imperial de Roma!

Assim, nenhuma guerra estrangeira de conquista voraz ou justiça punitiva foi travada contra os vizinhos de Roma durante esses 23 anos.

Muralha de Antonino

Apesar de sua decisão de permanecer na Itália, Antonino Pio estava bem ciente do mundo fora de Roma. Embora fosse um reinado de paz, o imperador ordenou uma incursão agressiva no norte da Grã-Bretanha.

Liderados por Quinto Lólio Urbico, os romanos invadiram o sul da Escócia. Lá, alcançaram uma série de vitórias notáveis ​​e empurraram a fronteira imperial para além daquela estabelecida pela Muralha de Adriano.

A Muralha antonina começou a ser construída em 142 d.C. para marcar a nova fronteira imperial. Ela era diferente da anterior por ser construída predominantemente de turfa, não de pedra.

Mapa que mostra a distância entre a Muralha de Adriano e a Muralha de Antonino.

Exército e Economia

Os exércitos do império, distantes da Itália, foram informados de seu novo imperador por meio de moedas. A economia e a cunhagem de moedas foram fundamentais para o reinado de Antonino.

Apesar de seus extensos projetos de construção, ele ainda conseguiu deixar um superávit substancial – cerca de dois milhões e meio de sestércios – no tesouro imperial no momento de sua morte!

Sestércio romano do imperador Antonino.
Sestércio de Antonino Pio datado de 139 d.C.

➡️ Confira os sestércios disponíveis à venda – Loja Online

Antonino Pio e Faustina, a Maior

O casamento de Antonino com Faustina foi uma união longa e feliz. Tiveram 4 filhos, mas apenas uma filha chegou à idade adulta. A filha sobrevivente, Faustina, a Menor, cresceu para ser uma futura imperatriz como esposa de Marco Aurélio – e mãe do imperador Cômodo.

Cena da coluna de Antonino Pio, que mostra o imperador e sua imperatriz sendo levados por um gênio alado para o céu.
Cena da apoteose de Faustina I desde a base da Coluna de Antonino Pio, 161 d.C. Um gênio alado carrega Antonino e Faustina para o céu. O imperador carrega um cetro com uma águia enquanto outras águias voam para o alto com o casal.

Como reflexo de sua importância para Antonino e seu papel como mãe imperial, Faustina, a Maior, recebeu o título de Augusta pelo Senado, o que era um sinal de respeito público e uma indicação clara de seu status!

Quando Faustina morreu, em 141 d.C., Antonino Pio ficou claramente arrasado. Sua dor encontrou expressão em vários monumentos magníficos da capital imperial.

Além disso, várias moedas foram cunhadas com a legenda DIVA FAUSTINA para garantir que a população imperial soubesse que ela se juntou aos deuses!

Denário de prata da imperatriz Faustina I, cunhado após sua morte.
Denário de prata de 150 d.C. da imperatriz Faustina. Traz a legenda DIVA FAUSTINA no anverso.

Os 5 bons Imperadores

Junto com seus antecessores (Nerva, Trajano e Adriano) e seu sucessor (Marco Aurélio), Antonino Pio é considerado um dos 5 bons imperadores. Essa expressão foi cunhada por Maquiavel, que argumentava que um reinado passado para filhos adotivos e capacitados a governar, em vez de filhos biológicos, teria mais sucesso.

➡️ Os 5 Bons imperadores romanos – Blog

Morte e Sucessão

Com o nome César Tito Élio Adriano Antonino Augusto Pio, ele morreu de doença em 161 d.C. Foi sucedido por Marco Aurélio e Lúcio Vero, seus dois filhos adotivos, no primeiro governo conjunto do Império Romano!

Moeda cunhada pelo imperador Décio em homenagem a Antonino Pio.
Antoniniano de prata (moeda criada no reinado de Caracala, em 215 d.C.) do imperador Décio. Traz o imperador Antonino Pio e a inscrição ‘DIVO’ no anverso e uma águia no reverso.

E-book Grátis: ➡️ As moedas da Dinastia Nerva-Antonina

Você já conhecia essa história? No nosso Blog você encontra mais artigos como esse! Já na nossa Loja Online você encontra um vasto acervo de moedas antigas dos imperadores romanos.

Todas as peças possuem FRETE GRÁTIS para todo o Brasil e certificado de autenticidade LIFETIME! Confira:

Quero conhecer as moedas romanas disponíveis


Confira nossas moedas disponíveis

O QUE VOCÊ ACHOU DESSE ARTIGO?

Deixe o seu comentário, dúvida ou sugestão! Assim a gente melhora ainda mais o nosso conteúdo. Afinal, o conhecimento se faz em conjunto 😀
Obs.: o seu e-mail não será divulgado.

vinte + 5 =

« voltar topo ↑